2
121 0 3
X
Reading Options
Font Size
A- 15px A+
Width
Reset
X
Table of Contents
Loading... please wait.

[Brasil: ????] 

POV: MC 

Eu olho para o número quase infinito desses seres vindos do mar, todos eles tinham tamanhos diferentes, alguns tinham marcas parecidas com tatuagens, era praticamente um grupo tribal.

 Eles começaram a se aproximar da costa, eu tinha muitas opções do que fazer, mas se minha intuição estiver certa então esses seres vão balançar essa reação e mesmo que não seja meu mundo original é meu mundo agora.

 Eu renasci nesta parte do mundo e se isso fosse um sinal? um que eu deveria talvez proteger este lugar? porque tudo até agora me levou a enfrentar esses monstros, e se tem uma coisa que não vou mudar não importa o que seja a vida.

 "Eu nunca quebrei minha palavra ou fugi de um desafio!!"

 Pensando rápido o tempo parece desacelerar tudo parece ficar parado, esse é o meu nível de processamento? incrível ! ok foco um meio de eliminar esses caras, apenas uma explosão de luz só vai queimar alguns e não vai acabar com seus números.

 Vejamos, eu sou o Deus da Luz, do Conhecimento, da Justiça e da Vida, como isso pode ajudar a eliminar alguém? meio difícil mas talvez eu possa usar outros meios, e então eu olho para o céu, o relâmpago não é nada mais do que um feixe de luz não é.

 Eu sorrio e aponto minhas mãos para o céu e o clima tropical uma vez brilhante fechou e nuvens escuras aparecem no céu maiores do que edifícios modernos.

 O tempo voltou ao normal para mim e pude ver as criaturas que já estavam na praia de alguma forma olhando para mim, mesmo sem olhos. Eu vejo uma maneira de me mostrar para essas coisas.

"Você não deve passar !!" 

Obrigado Gandalf pela frase mas a minha foi muito melhor porque raios maiores que prédios caíram aos milhares sobre esses seres, fossem eles na costa ou aqueles ainda nas águas.

 O resultado foi assustador pois foram carbonizados e a água evaporou e a luz cegava quem não tinha olhos fortes, olho o resultado e quase perco o fôlego não sobrou nada.

 Nem as cinzas sobraram das criaturas, sorrio sabendo que posso ir ainda mais longe, mas então sinto um tremor sacudir toda a terra ao redor, olho para o mar e uma grande fenda se abriu, da fenda uma criatura semelhante mas ao ao mesmo tempo que surgiu diferente, seu tamanho era maior que cinco humanos, era muito mais obeso e com dentes maiores.

 Talvez uma rainha ou um rei da colmeia? bem, não importa essa coisa vai para o chão, não importa o quê, mas desta vez é hora de testar outros dos meus poderes. Pulo do monte e caio na praia enquanto olho para a criatura que olhou para mim com baba escorrendo de sua boca cheia de dentes amarelos.

 "Comida comida!!"

 Estranho a língua que você está falando é outra mas eu consigo entender, espera provavelmente e meu domínio de "sabedoria" agindo aqui, entendo que o monstro vem correndo em minha direção de quatro, olho com calma e respiro fundo espero o monstro chegar.

 Quando ele ia me bater ele colidiu com uma barreira dourada transparente, sangue preto saiu da boca da criatura e alguns dentes quebrados caíram. Eu sorrio minhas habilidades estão crescendo e em breve estarei pronto para explorar este mundo, eu olho para ele e então tento algo novo sob meus pés na areia que surgiu.

 Focando-me mais vários cipós saem do chão e perfuram o corpo da criatura que grita de dor, mas ainda não está morto decido acabar com isso e aponto minha mão e um raio de pura luz aparece mas então paro.

 Lembro-me de um dos meus animes favoritos, One Piece, muitos poderes interessantes, olho para minha mão e com algum esforço em vez de carne e sangue minha mão vira lava, dou um soco na barriga da fera que soltou um grito perturbador por ter seu corpo cheio de lava.

 Eu sou realmente Op , mas a questão permanece em que tipo de mundo estou? de onde vieram essas feras? existem outros como eu? realmente muitas perguntas para poucas respostas, talvez seja hora de treinar mais esses poderes.

 Mas aí antes de me mudar eu me lembro de uma coisa, eu ainda não tinha escolhido um nome para mim, meu antigo não combinava comigo e eu nem me lembrava dele.

 Talvez algo temporário, vamos com Thoth por enquanto eu gosto, e isso me deixa mais a vontade e me lembra mais um nome de deus claro que de agora em diante devo me preocupar em controlar esses poderes.

[Fog Peak: Um ano depois]

 Um ano se passou desde aquela Incursão daquelas feras e eu percorri toda essa área, testei meus limites e agora eu tinha mudado, primeiro agora meu velho manto que cobria um pouco meu corpo agora era uma capa enquanto eu usava calças largas e sapatos, deixando o peito nu por enquanto.

 Em minhas mãos estava meu cajado que criei para meu ajudante, semelhante ao Mjolnir de Thor mas este foi feito com meu próprio poder, usei o que restava da madeira de uma árvore gigante que havia caído e estava morrendo.

 Consegui salvar este único galho e depois de um tempo aprendendo carpintaria, levei um dia para me tornar proficiente nesta arte, consegui transformar o galho em um bastão de dois metros.

 Eu estava aqui na maior montanha esperando os três encrenqueiros, não demorou muito para eles aparecerem e se ajoelharem na minha frente.

 "Saudamos o Rei Thoth!!"3x

 Disseram que em menos de um ano eu havia conquistado ou capturado tudo o que era considerado poderoso e minha fama se espalhava por esta terra, as criaturas menores começaram a me considerar o senhor desta região e eu gostei.

 "Tenho um trabalho para vocês, reunir os materiais mais resistentes e flexíveis, pretendo forjar algo e vocês serão meus alunos e depois se tornarão meus ferreiros."

 Eles acenaram e saíram em busca , não só nesta região como em outras , descobri o mundo em que estou , estou na Terra mais especificamente o mundo DC , isso se deveu a eu poder criar uma centelha de verde e azul energia , foi Foi aí que entendi onde estava, longe de onde estou Cronos foi recentemente coroado senhor do cosmos e devorou ​​seu primeiro filho.

 Só posso dizer que estou longe da era moderna mas nada que a paciência não ajude, já tinha decidido fazer desta região o meu domínio, já tinha conquistado o meu espaço na esfera dos deuses. Em breve todos os deuses saberiam meu nome e meu Panteão seria respeitado, não seria muito grande, mas todos seriam poderosos.

 Os deuses ganham poder de diferentes fontes, os gregos, como me lembro, era da crença dos mortais, como a Grécia era o centro da civilização antiga, fazia sentido que eles retivessem tanto poder mesmo nos dias modernos. Porém isso era muito perigoso porque com o fim da fé a morte viria para eles, então meu poder estaria ligado a essa terra que seria parte de mim.

 Eu precisava de um bom nome para essa força, na Marvel havia a força de Odin que alimentava a magia de Asgard e seus deuses, eu poderia ter algo parecido, assim um exército não seria problema, mas deixe isso para depois, agora eu tinha um objetivo e isso era criar uma arma divina.

 Cronos tinha sua foice, os três grandes teriam seus símbolos de poder, Odin tinha sua lança, eu como o futuro Pai Celestial precisava de algo semelhante.

3